Publicidade
Quarta, 10 Maio 2017 14:10

O Silêncio de Maria e a correria dos nossos dias

Postado por

Oi Povo Católico!

Na catequese de hoje, o Papa Francisco nos chama atenção para uma das grandes virtudes de Maria: o silêncio.

"[..] Maria aparece nos Evangelhos como uma mulher silenciosa, que muitas vezes não compreende tudo o que acontece ao seu redor, mas que medita cada palavra e cada acontecimento em seu coração.

Esta é uma bela amostra da psicologia de Maria: não é uma mulher que deprime frente às incertezas da vida, especialmente quando nada parece estar indo no caminho certo. Nem é uma mulher que protesta violentamente, batendo no destino da vida, que muitas vezes revela uma face hostil. 

Em vez disso, é uma mulher de escuta: não se esqueça de que há sempre uma grande relação entre a esperança e a escuta. Maria é uma mulher que escuta. Maria saúda a existência como ela é entregue a nós, com seus dias felizes, mas também com a suas tragédias [..]."

Papa Francisco na catequese de 10/05/2017

(tradução livre de O Catequista)

Dentro da nossa vida barulhenta e cheia de afazeres, o silêncio aparece quase como um luxo. Quantas vezes você ouviu alguém falar que queria fazer uma viagem ou ir à um SPA, apenas para "ficar tranquilo"? Essa tranquilidade se traduz em quietude. Hoje não temos tempo para ficar quietos. Somos continuamente bombardeados de informações e temos mania de atolar nossos dias, de forma a não ter tempo para "meditar no coração" tudo o que nos acontece. Mesmo à noite, não temos essa oportunidade, pois já deitamos completamente exaustos pelas tarefas cotidianas. 

Maria silenciava, escutava e guardava tudo em seu coração. 

E isso não significava nenhum tipo de fraqueza, pelo contrário! Papa Francisco nos guia pela psicologia de Maria, mostrando que diante de todas as incertezas (que começam na Anunciação), ela permanecia inteira. E era assim por confiar plenamente na Esperança. Ela sabia que o Senhor conduzia tudo, mesmo quando não entendia absolutamente nada que ocorria a sua volta. Sabia que em algum momento tudo faria sentido e seria bom. Será que conseguimos ser como Maria hoje?

“Quem sabe não seria uma coisa boa se, com seus amigos sacerdotes ou com as pessoas maduras, mais adultas, vocês se empenhassem em esclarecer as palavras e as frases que são ditas, usadas por Deus? Por exemplo, vocês farão muito barulho, uma barulheira cada vez que tentarem inventar respostas para suas exigências; na verdade, descobrirão que essas respostas vêm exclusivamente quando a pessoa repousa a cabeça nos ombros de Cristo.”

Dom Luigi Giussani em um encontro com Jovens de Comunhão e Libertação em 2003.

 

 

Tudo o que fazemos tem necessariamente a ver com a busca pela felicidade, pela plenitude. Mas fazemos muito barulho na tentativa de chegar lá! Como esperneamos, como choramos, como brigamos com a vida! E na verdade, só precisaríamos obedecer...

"Faça-se em mim, segundo a tua Palavra". A partir destas palavras a Salvação entrou no mundo. Mas só é possível pronunciá-las quando "repousamos a cabeça nos ombros de Cristo", ou seja, quando temos Esperança. Quando confiamos na condução do Senhor.

A vida de Nossa Senhora não mostra nenhuma revolução, nenhum grito, nenhuma violência, nenhuma resistência... mostra apenas silêncio, obediência e esperança. Mesmo diante do drama de estar aos pés de seu filho, nos seus últimos instantes de vida, pregado em uma cruz!

Maria não se deprime, não reage... apenas silencia e obedece. Se vivemos dizendo que Maria deve ser nosso modelo de santidade, precisamos então abrir espaços na nossa vida para meditar cada palavra e cada acontecimento em nosso coração, assim como ela fez.

Só quando repousamos a cabeça nos ombros de Cristo e silenciamos, somos realmente capazes de escutá-lo.

6209 Segunda, 15 Maio 2017 15:32

Comentários   

+4 # Juliana P. 12-05-2017 11:34
Vocês conhecem o livro "O Silêncio de Maria"? Busco recomendações sobre ele... https://www.paulinas.org.br/loja/silencio-de-maria-o
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Karina 12-05-2017 14:47
Esse livro é lindo!
Responder | Responder com citação | Citar
+1 # Tiago 11-05-2017 17:33
Podemos adoecer falando ou calando, mas como filhos de Deus, creio que somos chamados a imitar nossa mãe e seu Filho, independente da dor. É uma questão de fé, de crer que em nosso silêncio Deus há de manifestar, no devido tempo, sua boa e perfeita vontade. Enquanto isso, repitamos as palavras do profeta: "Disse-me a alma: o Senhor é minha partilha, e assim nele confio. O Senhor é bom para quem nele confia, para a alma que o procura. Bom é esperar em silêncio o socorro do Senhor. É bom para o homem carregar seu jugo na mocidade. Permaneça só e em silêncio, quando Deus lho determinar! Leve sua boca ao pó; haverá, talvez, esperança? Estenda a face a quem o fere, e se farte de opróbrios! Porque o Senhor não repele para sempre. Após haver afligido, ele tem piedade, porque é grande sua misericórdia. Não lhe alegra o coração humilhar e afligir os homens." (Lamentações, 3.24-33)
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Paloma 11-05-2017 15:24
E se a pessoa adoecer de tanto se calar? Se ficar doente. Maria é a mãe de Deus. Nós não podemos nos igualar a ela. Talvez, tentar aprender suas virtudes.
Responder | Responder com citação | Citar
+5 # Gustavo Ribeiro Fons 10-05-2017 15:00
Obrigado por recordar o valor do silêncio
Responder | Responder com citação | Citar

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Publicidade
Publicidade