Publicidade
Segunda, 30 Novembro -0001 00:00

Reencarnação: almas não são recicláveis!

Postado por

Lembra que aquela sua tia esotérica garantiu que você tinha sido um poderoso rei em uma outra encarnação? Pois é.  Não fique triste, mas era caô.  Reencarnação não existe e a doutrina da Igreja sempre deixou isso bem claro.  Obviamente, alguns defensores da reciclagem de almas tentam dizer o contrário, retorcendo os ensinamentos da Igreja.  E vamos agora colocar os pingos nos "i"s.

Alguns irmãos espíritas buscam legitimar a doutrina da reencarnação dizendo que esta um dia já foi defendida pela Igreja Católica, em seus primórdios. Amigos, por favor... não apelem! Um mínimo de conhecimento teológico e histórico faz essa historinha cair por terra.

Abaixo, confira um dos textos divulgados por espíritas no Facebook.

CAÔ ESPÍRITA na web:

"Você sabia? A Reencarnação era aceita pela Igreja Católica até o ano de 553. Mas essa tese foi recusada no segundo Concílio de Constantinopla, não pela Igreja ou pelo Papa, mas pelo Imperador Justiniano por influência de sua esposa, ex-prostituta, que não achava conveniente a lei do carma."

A assombração que escreveu isso viajou no ectoplasma, hein?

Como muitos sabem, a doutrina da Igreja se baseia na Tradição dos Apóstolos e na Bíblia. A Tradição que herdamos dos Apóstolos está registrada, em parte, nos escritos dos padres dos primeiros séculos. Então, vejam a seguir o que dizem a Bíblia e os primeiros padres.

Na Carta aos Hebreus (9,27), está dito: “E como é fato que os homens devem morrer uma só vez, depois do que vem um julgamento…”. Tal ensinamento é confirmado na parábola de Jesus sobre o “Rico e o Lázaro”: após a morte, o rico egoísta vai direto para os tormentos do inferno, enquanto o bom Lázaro é acolhido imediatamente por Abraão, em um bom lugar (Lucas 16,19-31). Em nenhum momento Jesus diz que o rico reencarnaria pra ter uma nova chance.

Lembremos que Jesus prometeu a Dimas, o bom ladrão, que naquele mesmo dia ele estaria no Paraíso. Ou seja, nada de reencarnar pra purgar o mal que fez (saiba mais sobre karma aqui).

Em outra passagem, Jesus ensina que “se alguém não nascer de novo, não poderá ver o Reino de Deus” (Jo 3,3). Nicodemos, então, pergunta se trata de algo como entrar no ventre da mãe e renascer, e a isso Jesus responde: “ninguém pode entrar no Reino de Deus se não nasce da água e do Espírito”. Ou seja, não tinha nada a ver com um renascimento biológico, carnal, pois “Quem nasce da carne é carne”; mas sim de um renascimento espiritual, marcado pelo batismo, que é feito... com água!

Reparem que Jesus diz precisamente a Nicodemos o que é preciso para esse renascimento – a fé: “Quem acredita n'Ele não está condenado; quem não acredita já está condenado, porque não acreditou no Nome do Filho único de Deus”. E, logo depois da conversa com Nicodemos, Jesus foi à Judeia para batizar as pessoas, isto é, para fazê-las renascer pela água e pelo Espírito.

batismo

Bem, já vimos que a Bíblia não dá margem a qualquer crença na reencarnação. E quanto aos primeiros Padres da Igreja, aqueles que foram os primeiros a receber e guardar o ensinamento oral dos Apóstolos? Tal doutrina foi tida como herética por Clemente de Alexandria (+215), por Santo Irineu (+202) e Eneias de Gaza (+518).

Além deles, podemos citar Orígenes de Alexandria (+254), que considerava a doutrina da reencarnação uma FÁBULA. “Ué? Mas não foi justamente Orígenes o autor cristão que propôs essa doutrina como verdadeira?”. Não, não mesmo!

Orígenes, na verdade, propôs uma tese esquisita sobre a preexistência das almas (quem quiser saber mais, leia esse artigo de Dom Estevão Bettencourt), mas que não tinha nada a ver com reencarnação. Ele jamais foi herege; era um teólogo brilhante, e foi sempre fiel ao Magistério da Igreja. Para Bento XVI, Orígenes foi "o autor mais fecundo dos primeiros três séculos cristãos" (Fonte: site do Vaticano).

A tese equivocada de Orígenes sobre a preexistência das almas, infelizmente, foi tomada como artigo de fé por um grupo de fãs mocorongos – os origenistas. No século III, esses discípulos fanáticos resolveram tomar como dogma aquilo que seu mestre propunha como mera hipótese, e ainda perverteram suas ideias, passando a professar a crença na reencarnação.

O origenismo ganhou força e se espalhou pela Palestina. Foi então que, em 539, o Patriarca de Jerusalém mandou um S.O.S. pro Imperador Justiniano, que então publicou um duro pronunciamento contra os origenistas. O Papa Virgílio e os demais Patriarcas também aprovaram e repercutiram os artigos condenatórios de Justiniano, conforme explica D. Bettencourt: “Como se vê, tal condenação foi promulgada por um sínodo local de Constantinopla reunido em 543, e não pelo Concílio ecumênico de Constantinopla II, o qual só se realizou em 553”.

Como vocês viram, a Bíblia, a patrística, os documentos papais e os demais registros históricos comprovam que a Igreja Católica jamais aceitou a tese da reencarnação. Essa foi abraçada nos séculos III e IV por um grupo restrito de monges, sendo condenada e combatida pelos bispos e Papas, em todos os tempos.

steve_jobs_2

1678 Terça, 08 Agosto 2017 18:11

Comentários   

0 # Aprendiz 18-12-2016 01:39
Tenho uma dúvida não relacionada ao tópico. Se trata de uma pergunta no tocante a filosofia cristã (católica, Bíblia, como queira) sobre a eternidade das penas. Eu suponho que segundo o catolicismo, nós vivemos apenas uma vez na Terra e logo após isso somos submetidos a um juízo final. Esse juízo, suponho, determinará se seremos condenados a viver eternamente no inferno ou se viveremos eternamente com Deus no Paraíso. Agora quero fazer uma análise sobre essa filosofia segundo o catolicismo: - Deus é onipotente. Logo, ao criar o nosso espírito/alma, Ele deve saber tudo o que sucederá conosco e deve ser capaz de saber, ainda, como faremos uso do nosso livre arbítrio. Se ele não souber, ele NÃO pode ser onipotente; - Considerando o pensamento acima, Deus sabe quem de nós seguirá seu caminho ou não. Assim sendo, ele JÁ sabe se nós vamos para o céu ou para o inferno. Se ele não souber ele não pode ser onipotente. - Todas as pessoas que vão para o inferno, no juízo final, já é do conhecimento de Deus, portanto; - Deus é todo bondade e todo justiça. Esse é o nosso próximo pensamento. Pergunta: Se Deus é onipotente e todo bondade, por que ele criaria uma alma sabendo que ela será condenada ao fogo eterno? Se nós jogarmos a responsabilidade somente nas mãos da pessoa (livre arbítrio), isso significa que Deus não pode prever as escolhas dos seus filhos, o que inferiria que Ele criou seus filhos de forma aleatória e por isso não pode ser onipotente. Se é onipotente, não pode criar uma alma com o fim de ser eternamente atormentada no inferno. Alguém pode me explicar isso?
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 19-12-2016 20:12
A sua primeira suposição está incompleta, portanto, só parcialmente correta. Imediatamente após a morte, depois do Juízo Particular (não é Juízo Final, pois este acontecerá somente no fim dos tempos), a alma vai para o Céu, Inferno OU PURGATÓRIO. Porque há almas que não foram tão santas e caridosas em vida, mas também não foram tão más a ponto de merecer o Inferno. Então, elas recebem a salvação, mas antes de entrar no Céu precisam passar purgar seus pecados com sofrimentos, até que se purifiquem totalmente. Sobre a questão da predestinação - essa questão que você colocou é muito pertinente e interessante -, já publicamos um post. Veja se responde às suas dúvidas: Quem somos nós? Marionetes de Deus ou filhos dotados de liberdade? http://ocatequista.com.br/archives/16718 A esse texto, acrescento a reflexão: digamos que Deus, ao saber que uma alma viria a optar irremediavelmente pelo mal, decidisse não mais criá-la. Nesse caso, não mais existiria o livre-arbítrio, certo? Deus seria um criador de robôzinhos obedientes. Ao eliminar a possibilidade de qualquer rebelião cotnra Si mesmo, Deus eliminaria também o livre-arbítrio. E isso é contra a essência de Deus, pois Deus é liberdade.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Rafael Leite 08-03-2016 16:21
Olá eu tenho 2 perguntas básicas 1 alguém sabe me dizer a diferença de espirito e alma? 2 se na terra não haveria espaços para todos os espíritos ficarem "vagando" pela terra, como teria espaço no Paraíso ou no inferno para todas as almas que vão para um desses dois lugares?
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Alex Hoffmann 08-03-2016 23:59
1 - Isto será muito bem explicativo: https://padrepauloricardo.org/episodios/qual-a-diferenca-entre-corpo-alma-e-espirito 2 - Quanto a segunda: https://padrepauloricardo.org/episodios/o-ceu-e-um-lugar
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Ricardo 28-09-2015 12:07
Olá Patrick, O texto fala justamento do que você chama de "católicos falsos". Não tem nada de preconceituoso. Vocês católicos devem conhecer mais desse assunto do que eu. E justamente quero a opinião de vocês sobre o assunto.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Patrick 28-09-2015 12:57
Ricardo, Pra entender mais, sugiro que leia a respeito do grande mal do marxismo cultural (que se infiltrou na Igreja através da Teologia da Libertação), das mentiras de protestantes, ateus etc. sobre a Igreja Católica. Isso causa muita confusão na cabeça dos menos instruídos. Mas o mundo esta uma loucura completa, alguns tem vergonha de ser católico de verdade, pois sabem que terão de se opor a muitas coisas do mundo, preferem ser igual ao mundo. Mas São Paulo alertou: "Porque virá tempo em que os homens já não suportarão a sã doutrina da salvação. Levados pelas próprias paixões e pelo prurido de escutar novidades, ajustarão mestres para si." (2Tm 4, 3) O politicamente correto e o relativismo vão diametralmente ao oposto do que um católico deve ser. Mas estes males atingem todos, não só católicos. A maioria não é um "falso" católico por mal, e sim por má formação. A posição de um católico quanto ao um "falso católico" é de correção fraterna, oração, e criar meios para uma formação melhor. A posição católica é o que este site aqui faz, com muita dedicação a ensinar. O texto é preconceituoso sim. Pega uma mentira e um mal exemplo, e tenta tornar verdade e padrão. No mais, que Deus te abençoe.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Ricardo 24-09-2015 12:55
Já que estamos tocando nesse assunto, queria tirar uma dúvida. Vou pegar o meu caso como exemplo. Sou espirita mas fui batizado na igreja católica quando bebê e fiz a primeira comunhão quando criança. Me tornei espirita quando tinha 16 anos de idade. Recentemente comecei a estudar os ensinamentos de outras religiões por curiosidade, entre elas a igreja católica. Qual a visão da igreja católica em relação ao meu caso? Eu conheço e entendo os dogmas da igreja. Mas não acredito na maioria deles: santa trindade, pecado original, infalibilidade papal, existência e eternidade do inferno, etc. Fiquei curioso o que a os católicos pensam sobre essa situação. Para os católicos irei para o inferno?
Responder | Responder com citação | Citar
0 # João Pedro Strabelli 25-09-2015 15:28
Creio que posso falar alguma coisa sobre seu comentário, até por experiência própria. Peça sinceramente a Deus qual é o seu caminho e peça com o máximo de sinceridade que puder. Sei que totalmente sincero é impossível, mas muito perto disso é. E peça com calma e tranquilidade. Às vezes a gente chega num ponto em que fica em dúvida séria, e dúvidas sérias são difíceis, queremos resolver tudo logo e não prestamos atenção no fato que isso é uma caminhada e a maior parte das coisas não são de uma vez. São aos poucos. Tem horas que penso que isso é para termos algum merecimento no que fizermos de bom.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 24-09-2015 16:33
Ricardo, o a resposta do Sidnei resume tudo em bem poucas palavras: a Igreja não sabe quem vai ou quem foi pro inferno. A Igreja não recebeu de Cristo esse poder, essa visão. A herança que a Igreja recebeu se resume, basicamente, na Palavra de Deus e nos Sacramentos. Quanto à Palavra de Deus, isso nos foi revelado em Jesus Cristo: “Ide pelo mundo inteiro e anunciai a Boa Notícia a toda a humanidade. Quem acreditar e for batizado, será salvo. Quem não acreditar, será condenado.” (Marcos 16,16) Então, quem rejeita deliberadamente a Boa Nova está no caminho da condenação. Se você ou fulano ou beltrano está nesse caminho, ninguém sabe, pois só Deus vê os corações. E em que consiste a Boa Nova? Que Deus Pai enviou Seu Filho amado ao mundo, e todos aqueles que buscam seguir seus mandamentos são Seus amigos, e recebem vida em abundância ainda neste mundo, e depois a vida eterna. E um desses mandamentos é ouvir e obedecer à Igreja, à Unica Igreja que Jesus fundou, sobre Pedro. Essa Igreja, como já explicamos aqui em diversos posts, é a Igreja Católica. Quem rejeita a doutrina da Igreja de modo plenamente consciente (e sobre essa consciência, só Deus pode julgar cada um), rejeita o próprio Cristo, e assim caminha para a condenação. Talvez você não creia nos dogmas da Igreja porque não tenha recebido os motivos corretos para crer (assim espero). Talvez lhe falte um verdadeiro encontro humano, porque o Evangelho se transmite, sim, por leituras e por vias intelectuais, mas sobretudo depende de um encontro humano com verdadeiros cristãos. Cristo passa pelo humano. Se quiser saber um pouco mais sobre essa questão, acesse os posts abaixo: No Céu só haverá católicos? http://ocatequista.com.br/archives/9479 O Papa Francisco e a salvação dos ateus http://ocatequista.com.br/archives/9652 Continue estudando com inteligência e coração aberto. Se for honesto intelectualmente e orar implorando a Deus a verdade, você a encontrará. A quem bate, a porta se abre. Abraço!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Patrick 25-09-2015 15:02
Caro Ricardo, Você tem todo direito de acreditar que está na religião certa, assim como todo católico bem formado e fiel, que recorre aos sacramentos da penitência e da eucaristia com frequência, que não se descuida de sua formação e da oração, tem a certeza que está na Religião certa, e independente de outros humanos, segue a "Igreja de Deus vivo, coluna e sustentáculo da Verdade” (1Tm 3,15), e jamais irá abandoná-la. Um católico deve seguir o que a Igreja ensina, e o Catecismo nos diz: "2117. Todas as práticas de magia ou de feitiçaria, pelas quais se pretende domesticar os poderes ocultos para os pôr ao seu serviço e obter um poder sobrenatural sobre o próximo – ainda que seja para lhe obter a saúde – são gravemente contrárias à virtude de religião. Tais práticas são ainda mais condenáveis quando acompanhadas da intenção de fazer mal a outrem ou quando recorrem à intervenção dos demônios. O uso de amuletos também é repreensível. O espiritismo implica muitas vezes práticas divinatórias ou mágicas; por isso, a Igreja adverte os fiéis para que se acautelem dele. O recurso às medicinas ditas tradicionais não legitima nem a invocação dos poderes malignos, nem a exploração da credulidade alheia." Para outros católicos, que tem dúvida quanto a este assunto, deixo algumas dicas de formação: 1 - Este site: http://ocatequista.com.br/archives/tag/espiritismo e este: http://www.ofielcatolico.com.br/search/label/Espiritismo 2 - Livro Falsas Doutrinas, do Professor Felipe Aquino 3 - Este livro do Frei Boaventura Kloppenburg: http://alexandriacatolica.blogspot.com.br/2010/11/espiritismo-orientacao-para-catolicos.html 4 - Artigo do Dom Estêvão Bettencourt: http://www.pr.gonet.biz/kb_read.php?num=881 5 - E pra que prefere vídeo, nosso grande Pe. Paulo Ricardo: https://padrepauloricardo.org/episodios/o-espiritismo-e-cristao Paz e Bem!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Ricardo 25-09-2015 17:46
Obrigado pelos links Patrick. Eu já havia lido os textos do "ofielcatolico.com" e já assisti os vídeos do P. Paulo Ricardo
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Patrick 26-09-2015 14:08
Ricardo, hoje pela manhã eu vi o link que postou, e li tal texto. Creio que por motivos óbvios, foi apagado. Mas vou lhe responder. Infelizmente eu conheço pelo menos uma dezena de pessoas parecidas com o descrito naquele texto. Seria melhor que estes fizessem igual a você, e igual o filho do texto. Seria bom que estes deixassem de se dizer católicos, pois causaria menos confusão na cabeça das pessoas. Conheço pessoas que se dizem católicos, mas exalam ódio da Igreja, e nem sequer querem ouvir nada a respeito da doutrina Dela. Se dizem católicos mas ficam espalhando as mentiras dos inimigos. Eu, embora nunca tenha participado de outras religiões, vivi muitos anos de minha vida igual um ateu. Mas sempre me denominei católico. As pessoas estão virando material-ateístas e não estão se dando conta disso. E isso é em todas as religiões. Eu tratava Deus como uma farmácia, ou um banco. Quando estava doente, com problemas financeiros e todos mais, lembrava discretamente de Deus. Mas nesse caminho não tem jeito, ou você progride, ou regride. Durante muitos anos estive ladeira abaixo, já nem pedia mais nada para Deus, pois me achava indigno. A história é longa, por isso vou resumir. Quando fui batizado, recebi o Espírito Santo, e ele não me abandonou. Depois de bater cabeça procurando uma solução pra minha vida, tentando entender a loucura atual que é nosso mundo, acabei procurando a visão política da Igreja, e acabei achando o site do Padre Paulo Ricardo. Comecei pelos vídeos mais políticos, e foi me chamando a atenção, até que passei a ver os outros. Deus bateu na minha porta mais uma vez, como tinha batido várias outras vezes antes e eu não abria. Mas desta vez eu abri. E aí percebi que eu não sabia nada da minha própria Religião. Comecei a estudar e fiquei fascinado com a grandiosidade e beleza da Igreja Católica. Neste caminho estou estudando outras doutrinas, para, quem sabe, que um dia possa ajudar pessoas como você, pessoas como eu era até pouco tempo. Você precisa entender que pode estar acreditando em mentiras: 1 - As mentiras que os inimigos da Igreja contam. 2 - A mentira das irmãs Fox. Sabe quem é o pai da mentira? Quando você estuda a medicina ou direito, você estuda apenas os médicos assassinos, advogados corruptos, ou procura os grandes médicos e grandes advogados? Só que com a Igreja Católica muitos só enxergam as ovelhas desgarradas, os traidores da Igreja. Tome como base os santos, os Doutores da Igreja, a Patrística. Conheça pessoas que seguem verdadeiramente a Doutrina Católica. A falácia da Igreja ser a maior "latifundiária" do mundo só engana os incautos. Não tenho estes números, mas pode até ser que a soma de terrenos de igrejas, salões paroquiais, casas paroquiais, hospitais, escolas e universidades, abrigos, seminários etc. etc. etc. podem até resultar na soma da maior propriedade de terras do mundo. Mas isso não tem lógica, pois estes terrenos não estão a venda, não são comércios, não está sendo criado gado nestas terras. Estas terras estão a serviço da população, população esta que com seus próprios esforços fundaram estas paróquias. A soma de das ações de instituições como a "Ajuda à Igreja que Sofre", resulta na Igreja Católica como a maior instituição caritativa do mundo. Mas essa conta os inimigos não fazem, esta soma eles ignoram. Com a Igreja Católica, é Deus quem chama, e por amor a Deus as pessoas constroem Igrejas. Não é comércio como muitas "teologia da prosperidade". Você embora cético com a Igreja Católica, esta procurando a Verdade, por isso, queira Deus, com a intercessão de Nossa Senhora, que este texto possa ser útil. Deus está batendo a sua porta, só falta você abrir. Termino com uma frase de Fulton Sheen que resume tudo: "Não existem cem pessoas que odeiam a Igreja Católica, mas existem milhões que odeiam aquilo que pensam ser a Igreja Católica". Paz e Bem em Jesus Cristo.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Ricardo 27-09-2015 16:01
Patrick, obrigado pela resposta. Só quero esclarecer que não odeio o catolicismo nem a Igreja. Eu apenas não sou católico por não acreditar na maioria dos dogmas da Igreja. Estou procurando conhecer mais do catolicismo assim como estou procurando conhecer mais de outras religiões. Atualmente estou estudando os textos védicos do hinduísmo, a cabala judaica e hermética e o catolicismo. Alguns posts meus aqui podem parecer a alguns que eu quero insultar a religião de vocês mas eu apenas quero terminar meus estudos e tenho que saber como os católicos pensam sobre determinados assuntos. Nunca quis desrespeitar a religião de ninguém. Já postei alguns cometários que, confesso, foram demasiados provocativos mas elas já foram apagados. Mas não concordo que o meu último cometário tenha sido apagado. Peço permissão para postar de novo o link para o texto e perguntar novamente o que vocês acham da estorinha.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Patrick 28-09-2015 11:33
Ricardo, não há o que acrescentar sobre aquele texto. É um texto preconceituoso e mentiroso. Existem católicos falsos e doutrinas falsas. Se você prefere tomar como base o que é falso, não o verdadeiro, infelizmente não há muito o que podemos fazer por você. Mas ontem, na Santa Missa, lembrei de você em minhas orações, que certamente tem mais valor do que milhares de caracteres de argumentos. Paz e Bem!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Patrick 24-09-2015 16:00
Somente Deus pode lhe proporcionar uma conversão. É ele que nos chama. Se formos bons católicos o que podemos fazer é rezar por você, sem emitir nenhum juízo a seu respeito, pois como diz o Sidnei: "Se você vai para o inferno?. Só DEUS sabe." Agora se você estiver em dúvidas sobre os dogmas que diz não acreditar, e estiver aberto a diálogo, certamente vai achar pessoas neste e outros sites que possam lhe ajudar.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Sidnei 24-09-2015 14:04
Se você vai para o inferno?. Só DEUS sabe.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Rafael Oliveira 21-09-2015 12:37
Obrigado, boa resposta, esclareceu-me bastante a pergunta anterior acima! Tenho uma dúvida. A liberdade religiosa, que tem sua base em documentos na Igreja, principalmente no CVII, ela defender que o ser humano, na sua dignidade humana, não deve ser imposto ou obrigado a seguir tal religião ou defende que o ser humanos tem o direito de escolher tal religião seja ele qual for ? Enfim. Esse documento defende que o ser humano ão pode ser forçado a nenhuma fé ou que ele tem direito de escolher a fé que ele deseja ou as duas coisas ? Pois vejo muitos pensarem assim: “Essa religião deveria ser proibida…” “Essa pratica devia ser proibida” “Não se pode permitir que tias religiões incompatíveis com o cristianismo sejam criadas na sociedade” Enfim. Esse tipo de pensamento está certo u incoerente com a fé católica ? MAis uma vez, obrigado.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Patrick 23-09-2015 13:20
A função da Igreja é anunciar a Palavra de Deus, convidar todos os povos a conversão, e anunciar o Reino dos Céus. Não regulamentar possíveis outras dourinas. A Igreja pode alertar os fieís de erros e riscos de outras religiões, não regulamentar outras religiões ou algo do tipo. Acho que pode ter uma resposta melhor aqui: https://padrepauloricardo.org/episodios/fora-da-igreja-existe-salvacao Aqui: https://padrepauloricardo.org/episodios/nos-podemos-afirmar-que-todas-as-religioes-sao-caminhos-de-salvacao E aqui: http://www.ofielcatolico.com.br/2005/06/todas-as-religioes-sao-iguais-todas.html Creio que aqui neste site também deve ter algo, e que alguém irá lhe recomendar. Paz e Bem!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Ricardo 23-09-2015 11:54
Faço da sua questão a minha Rafael. Também já vi vários comentário nesse side no mesmo sentido: “Essa religião deveria ser proibida…” “Essa pratica devia ser proibida” “Não se pode permitir que tias religiões incompatíveis com o cristianismo sejam criadas na sociedade”. Esse tipo de pensamento está certo u incoerente com a fé católica ?
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Joathas 18-08-2015 17:10
Caros, A partir de certo ponto, fiz uma leitura transversal dos comentários, então, se ainda não foi dito, a doutrina mais grave ensinada por Orígenes não era a pré-existência das almas, mas a apocatástase, ou reconciliação universal final, em que todos, até os demônios, seriam aceitos no Reino dos Céus.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Ailton Eduardo 18-08-2015 09:53
Gostei deste post. Perdi minha mãe há pouco mais de um mês e já veio gente tentar vender esta conversa de espiritismo. Sei que ela está na glória de Deus , sinto muitas saudades dela ,mas sei que ela está em um lugar sem sofrimentos e junto com Nossa Senhora..
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Rafael Oliveira 17-08-2015 17:22
Primeiramente, gostei do post, mas assim, eu sou católico convicto, não creio no espiritismo, porém tenho amigos espíritas, e não os ofendo ou discrimino pelas sua opções religiosas, nem desrespeito as religiões do mesmo, embora eles saibam que não aceito e não concordo, ou seja, não os forço a acreditar no que eu acredito, não os discrimino pela sua religião, nem ataco as religiões dos mesmos, mas tenho a convicção de que essa doutrina é errada. Sei que devemos mostras as divergÊncias doutrinárias e pela maneira mais fraterna e pacífica(sem ofender os discriminar a pessoa ou a religião dela) tentar convertÊ-los, mas claro, se não quiserem, eu respeito respeito e mantém-se a amizade normalmente. Muitos acham que defendo o espiritismo com minhas atitudes, mas não, eu só respeito. Eu creio que minhas atitudes de não estejam erradas, pois sou contra intolerâncias. Eu estou agindo de maneira errada ?
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 17-08-2015 19:55
Rafael, Não tem nada a ver sair por aí a torto a direito, sem mais nem menos, atacando as crenças alheias. Quem adora fazer isso é atelho e protestante neopentecostal, gente sem noção e sem um pingo de respeito pelo próximo. Isso é ser inconveniente, não ser missionário. A postura do católico deve ser sempre a de anunciar a Boa-Nova, a salvação de Cristo, a quem quer que esteja disposto a lhe dar ouvidos. Isso nada tem a ver com usar a doutrina católica como tijolada, jogando na cara dos outros de primeira a falsidade de suas crenças. Para tudo há contexto, há momento. Agora, se um espírita ataca a nossa fé - o que não é raro de acontecer, diga-se de passagem - ou mesmo se questiona algo respeitosamente, temos que estar preparados para responder com clareza. Acima de tudo, temos que nos informar sobre a falsidade da doutrina espírita para nos vacinar contra ela e para ajudar os irmãos que já são católicos a se esclarecerem sobre isso também. Em suma, me parece que sua postura é correta (se estamos falando de ambientes não-católicos). O problema é que tem muito católico aí abraçando um falso ecumenismo, e mesmo em ambientes estritamente católicos não ousa advertir os irmãos sobre a incompatibilidade entre espiritismo e cristianismo.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Rafael Oliveira 21-09-2015 12:06
Obrigado, boa resposta, esclareceu-me bastante! Tenho uma dúvida. A liberdade religiosa, que tem sua base em documentos na Igreja, principalmente no CVII, ela defender que o ser humano, na sua dignidade humana, não deve ser imposto ou obrigado a seguir tal religião ou defende que o ser humanos tem o direito de escolher tal religião seja ele qual for ? Enfim. Esse documento defende que o ser humano ão pode ser forçado a nenhuma fé ou que ele tem direito de escolher a fé que ele deseja ou as duas coisas ? Pois vejo muitos pensarem assim: "Essa religião deveria ser proibida..." "Essa pratica devia ser proibida" "Não se pode permitir que tias religiões incompatíveis com o cristianismo sejam criadas na sociedade" Enfim. Esse tipo de pensamento está certo u incoerente com a fé católica ? MAis uma vez, obrigado.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # sandra 23-03-2015 08:31
Olá! Gostei bastante das abordagens expostas referente ao tema reencarnação. Nunca consegui entender as explicações espíritas sobre tal tema Uma vez ouvi de uma pessoa que explicava o porque da morte tão recente de crianças. Ela dizia que em outra vida ela morreu antes do seu tempo. Daí então, a justificativa de crianças que morrem cedo. Vem para cumprir o tempo que ficou devendo de outra vida. Essa explicação me deixou indignada. Quer dizer então, que Deus que sabe de tudo se descuidou do tempo de vida dessas pessoas. Tipo " Ops! Me entreti aqui e tais pessoas morreram antes. Foi mal".Então vão voltar pra cumprir o restante do tempo. Oh meu pai! É subestimar demais ! Muita paz! Que o Senhor nos ilumine nos caminhos da vida.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Stelfs 04-03-2015 16:51
Gente, eu não sei se eu já comentei no site de vocês, mas sempre que posso estou aqui lendo na surdina, kkkk. A única coisa que eu me lembrei ao ler esse post foi de uma amiga falando: "As pessoas acham mais lógico acreditar num monte de coisa dessas do que em um Deus que morreu para nos salvar". Caraca, quanta doidêra em uma coisa só. Eu fui ler as explicações dos meninos ali em cima sobre o Budismo e simplesmente deu um nó no meu cérebro. Depois católico que é doido né? Estou feliz na minha loucura, obrigada! ;) Falando nisso, ótimo post!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Edson Franco 03-03-2015 18:13
Quando Jesus cala os saduceus, dizendo que no céu seremos como anjos, e no livro do Apocalipse Cap. 3 Ver 14 adi..., Jesus nos mostra se queremos acredita(no meu entendimento)em falsas doutrinas somos livres, mas tem uma consequência, ou você e quente ou você frio, pois o morno será vomitado, quem vai contra Jesus este já esta condenado, isto diz o senhor. Então católicos que creem nestas falsas doutrinas cuidado, procurem ler mais a bíblia.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # jorge sao 14-12-2014 09:03
Parabéns pelo blog, continuem o ótimo trabalho. Só um aviso. Os budistas (Steve Jobs incluido) não são espiritas ou espiritualistas (ou qualquer outro nome que envolve falar com espiritos). Os espiritos budistas são na verdade "o modo de ser" da pessoa, não existe memória das vidas anteriores. Teoricamente a cada vida o tal espirito vai adquirindo novas experiencias que mudam seu "modo de ser" e consequentemente se aproxima do ideal budista. (fico imaginando se Hitler ou Stalin fossem budistas que raio de vida eles viveram antes). O "kardecismo" é apenas uma resposta ao "espiritualismo americano" (irmãs ford etc etc) que tinha invadido a inglaterra e os franceses para não ficarem para trás resolveram pegar o hinduismo, colocar alguns valores franceses (Kardec era um druida francês e o racismo europeu) e remover alguns valores indianos(o espirito jamais podia encarnar no corpo de animais). Não é a primeira nem a ultima vez que um europeu pega algo de fora da europa e transforma em "europeu".... macarronada é italiana até hoje. O kardecismo afundou na frança devido a primeira guerra mundial. Diferente dos americanos que graças a guerra civil americana "turbinaram" o espiritualismo das irmãs ford , os franceses viraram as costas para essa besteira de falar com os espiritos e resolveram reconstruir seu pais...para destruir depois na II Guerra mundial. Depois surgiu Darwin e a coisa piorou mais ainda se considerar que o tal espirito veio de um antepassado comum(um animal) algo que Kardec abominava devido a sua "estirpe intelectual francesa".
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Kamila 20-10-2014 13:21
Bom,eu sou católica e não acredito em reencarnação, mas vi um comentário aqui de alguém falando que tem pessoas que vê a tia morta perambulando pelas ruas...e que isso não existe. A minha avó que hoje tem 86 anos, é bem lúcida, mora sozinha, participa das comunidades do catecumenato é super católica, mas minha vó perdeu dois filhos quando eram crianças, e ela já viu por duas vezes a alma dos dois juntos brincando pela casa. O que vcs me dizem a respeito disso? Obrigada desde já
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 20-10-2014 15:32
Kamila, Manifestações espontâneas de espíritos não configuram, necessariamente, espiritismo. Espiritismo é evocar os mortos, coisa que sua avó não faz. Explicamos isso neste post: http://ocatequista.com.br/archives/2460
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Renato 19-09-2014 06:06
Sou espírita, acredito nisto e achei muito interessante toda esta discussão. Mas particularmente esta anterior do colega Tiago é muito bem feita, bem escrita, com trechos sagrados para a formulação de uma idéia. Não estou ironizando... Tirando as questões "técnicas" aqui bem abordadas, acredito em Jesus Cristo como o Caminho, a Verdade e a Vida. Não quero de forma alguma discutir dogmas ou opiniões, muito menos iniciar uma discussão acalorada, sem sentido... Se o Seu primeiro mandamento é amar a Deus sobre todas as coisas, e o segundo, amar o próximo como a si mesmo, não interessa para se Chico Xavier deu o primeiro tapa. Se ele fez isto, errou e vou pesquisar nas obras citadas isto. Reciclando ou re-encarnando, não interessa também. Tenho que prestar atenção na vida atual, tentando, repito, tentando ser cristão, o que não é fácil, pois oferecer a outra face, orar por quem te faz mal, ajudar os pequeninos deste mundo ao invés de somente me ajudar, relevar as ofensas alheias, engolir seco diante de qualquer provocação, não é nada fácil. Um grande abraço para todos, e que todos fiquem na paz do Senhor!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # TIAGO 19-01-2014 23:30
Ha um juizo pessoal assim que voce morre (Heb 9,27) e voce recebe o que plantou em vida (II Cor 5,10), o ceu para os totalmente puros (Luc 23,42; Fil 1,23) , o purgatorio para aquele que precisa ainda de alguma purificcao antes de entrar no ceu ( 1 Cor 3,15; Luc 12,58-59), e o inferno para aquele que nao aceitou o amor de Deus (Luc 16,22-25). No fim do mundo, as almas dos mortos serao unidas aos seus corpos pela ressureicao (Jo 11,24;I Tes 4,15-16 )e havera o juizo universal (Mat 25,31-46; Apo 20,12) todos veremos a historia da humanidade diante de nos e coheceremos os pecados de todos e seremos julgados diante de todos e so existira o ceu e o inferno (Apo 20,15; 21,1-8).
Responder | Responder com citação | Citar
0 # IDA ROSA 17-12-2013 22:55
Se alguém puder me ajudar a entender essa parte, agradeço... DEUS diz que ele voltaria para julgar os vivos e os mortos...Isso quer dizer que ninguém até agora foi julgado, então como explica o mau ir para o purgatório ou o inferno, e Lázaro ter ido para o céu... Eles foram julgados logo que morreram? Isso não se aplica à nós outros? Tenho dúvidas sobre isso...Só não tenho dúvida que DEUS existe, e creio firmemente que JESUS veio ao mundo para nos salvar... Me ajudem, por favor??? Abraços a todos...
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Harun Salman 29-11-2013 09:33
Já que estamos falando da Eucaristia, eu gostaria de recomendar aos irmãos que visitem, assim que possível, o Santuário do Santíssimo Milagre, em Santarém. Fala-se muito (com justiça) do Milagre Eucarístico de Lanciano, mas o de Santarém não fica atrás. Estar diante desse extraordinário gesto de generosidade de Deus para com a nossa sempre pouca fé é uma experiência transformadora!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Christiane 09-12-2013 16:31
Até peguei um susto! Um milagre Eucarístico aqui no Pará e eu não estava sabendo? Rsrsrsrsrsrsrsrs
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Fabão 29-11-2013 13:47
Harun, desculpe-me a ignorância, mas é Santarém em Portugal ou no Pará?
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Harun Salman 29-11-2013 14:04
Ô, meu irmão! Desculpe a falta de clareza. Neurônio de velho é inconstante! É Santarém, em Portugal. Abraço!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Jotacê 28-11-2013 17:16
Gostaria de escrever outra coisa, em agradecimento a Jesus Cristo e Nossa Senhora. Trabalho no centro da cidade de Santos, e na quadra em frente ao local do meu emprego, se localiza a Igreja do Carmelo. Todos os dias, o padre dessa Igreja histórica, ao final da Santa Missa, celebra uma ação de graças do Santíssimo Sacramento. Ao som de um hino tocado no órgão, ele entra por traz do altar, sobe uma escada, e expõem a Hóstia em um Sacrário que fica localizado em um ponto bem alto. Procuro frequentar essa Igreja semanalmente. É maravilhoso... O Hino entoado (de forma resumida, e não em sua totalidade) é este aqui: http://letras.mus.br/catolicas/1104264/ E a Igreja à qual me refiro é esta: http://www.turismosantos.com.br/ptb/guia-de-santos/locais/ir/atracoes-em-santos/conjunto-do-carmo
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Christiane 28-11-2013 17:39
Este hino é antigo e muito lindo! Creio que ele foi composto por ocasião do Congresso Eucarístico Internacional que aconteceu no Brasil, na década de 50 do século passado.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Jotacê 29-11-2013 22:55
Obrigado pela informação, Christiane! Não sabia a origem do hino. E é belíssimo mesmo, me toca as cordas do coração!...
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Jotacê 28-11-2013 16:59
Pode deixar! ;) Aqui vão os links: *** http://padrepauloricardo.org/episodios/presenca-real-de-jesus-na-eucaristia *** http://padrepauloricardo.org/episodios/a-santissima-eucaristia Recomendo também este link, com um curto, porém belíssimo texto de autoria de Santo Afonso de Ligório: http://www.ocampones.com/?p=9122
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Jotacê 28-11-2013 16:41
Pois é. Outro dia, no programa "Escola de Fé" do Professor Aquino, ele citou o caso de um católico que não cria na presença de Jesus no Santíssimo Sacramento. Simplesmente não entrava na cabeça dele. É de doer a ignorância de boa parte dos católicos sobre a História e a realidade da Igreja. Mas eu mesmo, há pouco tempo atrás, entendia que a presença de Jesus na Eucaristia era meramente simbólica. Não pensava isso por maldade, mas por estupidez pura e simples, e por ter uma base catequética muito imperfeita. Após algumas aulas e programas desse homem ABENÇOADO que é o Padre Paulo Ricardo, compreendi a verdade. Resultado: hoje não posso encarar a Hóstia Sagrada sem me comover a ponto de chegar às lágrimas. Graças a Deus, Jesus e Maria por isso! Glória ao Espírito Santo pelo esclarecimento desta anta que lhes escreve.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 28-11-2013 16:43
Que maravilha! Se puder, Jotacê, poste aqui o link dos vídeos do Padre Paulo Ricardo que te ajudaram sobre a Eucaristia.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Alex 28-11-2013 09:01
Saudações em Cristo, pessoal querido do Catequista e igualmente queridos leitores... O comentário que segue não é tãããão relacionado ao tema do post acima, mas guarda algum resquício... E trago-o para que possam me ajudar! Faço parte (eu e minha esposa) do ECC, numa paróquia aqui em Maceió. E por conseguinte, temos um círculo que se reúne para discutirmos alguns temas... Pois bem, ontem, numa dessas reuniões, mais especificamente, na Novena de Natal, cujo tema era "Igreja", surgiu a seguinte questão: uma de nossas participantes disse que a filha (adolescente) queria conhecer um centro espírita... E a resposta dela (da mãe) foi que ela mesma levaria a filha para conhecer o tal centro espírita, pois não via problema nisso, já que "o Deus era o mesmo"! Pedi a palavra e rebati tal afirmação, tanto com a fundamentação bíblica, como com a doutrina da Igreja (Catecismo, escrito dos santos, etc)... Sabe o que aconteceu? TODO MUNDO (menos minha esposa, claro), me taxou de que?! BITOLADO! Disseram que quem pessa desta forma é muito rigoroso, que não se pode julgar o irmão, que isso não é cristão (?????????)... Tipo, fui praticamente "esculhambado"! Tentei ainda argumentar que "fora da Igreja não há salvalção"!!! FOI PIOR!!! Me disseram que a Igreja são todos os seres os humanos, e que "Pedro", na passagem de São Mateus 16, 13-20, "somos todos nós"! Hã?! Chegaram ao ponto de dizer que "essas coisas" de Eclesiologia e Patrística são coisas de rigorismo da Igreja Católica, e que o mais importante era a espiritualidade da oração pessoal... Resultado, umas 10 pessoas me taxando de bitolado (graças a Deus!!!!!), retrógrado e rigorista!!! Pode?! Isso só me fez AMAR e DEFENDER ainda mais a Igreja Una, Santa, Católica e Apostólica!!! Mas, não sei o que fazer em relação a este grupo!! Desculpem o comentário... Mas é que precisava de opiniões de gente que come "feijão com arroz", e não uma "papinha"...
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Jotacê 29-11-2013 14:12
Prezado Alex, É de se lamentar essa "jujubice" dos católicos, nessa base de "tudo é bom, tudo é de Deus". É como misturar (desculpem o termo) estrume com a água pura e cristalina que vem da fonte do Catolicismo. Se algum desses chatos começar a falar que Catolicismo e Espiritismo se complementam, ao invés de serem o que são - excludentes entre si - apresente para o falastrão esses links do "velhinho maluquinho" Chico Xavier e seu fantasma de estimação É-Mala-nuel, descendo a ripa na Igreja Católica. = * Os Livros de Chico Xavier Atacando o Catolicismo: http://robertomacedo.com/autoajuda/chicoxavier/ = http://robertomacedo.com/autoajuda/chicoxavier/Chico_Xavier/A%20CAMINHO%20DA%20LUZ/%2BA_Caminho_da_Luz.htm = http://robertomacedo.com/autoajuda/chicoxavier/Chico_Xavier/EMMANUEL/%2BEMMANUEL_INICIAL.htm = O Espiritismo atacando o Papado: http://ocaminho.com.br/ocaminho/TXavieriano/Livros/Acl/Acl14.htm#It2 = Emmanuel atacando o Papa Pio XI: http://robertomacedo.com/autoajuda/chicoxavier/Chico_Xavier/EMMANUEL/em_03.htm
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 29-11-2013 14:26
Jotacê, Eu não conhecia esse livro tão "simpático" ao catolicismo, do Chico Xavier. "A caminho da luz"... Que interessante! Acho que os espíritas também não o conhecem, ou então são cínicos, pois vivem mandando mensagens ferozes pra gente, dizendo que somos maus ao atacar sua religião, quando eles são "caridosos" e não falam mal do catolicismo nem de religião alguma (ah tá). Vou ler. Obrigada!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Jotacê 29-11-2013 15:26
Só para dar um exemplo final... O "guia de luz" do sr. Chico Xavier, Emmanuel (ou É-Mala-nuel, que é como prefiro chamar a esse fantasma charlatão), identifical o Papa, e o Papado em geral, como a "Besta do Apocalipse": http://ocaminho.com.br/ocaminho/TXavieriano/Livros/Acl/Acl14.htm#It6
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 29-11-2013 15:31
Que bosta de fantasma escroto, Jotacê!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Jotacê 29-11-2013 14:54
Pois é, amiga Catequista! Esse livro deveria ser lido por qualquer católico que adora distribuir essas mensagenzinhas adocicadas do Chico Xavier nas redes sociais. Aliás, a vida de Chico Xavier está entrelaçada com vários, vários ataques ao Catolicismo. Só que esses ataques nunca saíam da boca dele. Os recados eram sempre dados através de livros e declarações do seu "guia" e de outros "espíritos de luz". Um exemplo. Na biografia dele escrita pelo Marcel Souto Maior, que recentemente foi adaptada para o cinema, é relatada uma passagem escabrosa, que Chico Xavier afirmou certa vez que foi tirar férias em um sítio ou fazenda, se não me engano, onde existia uma igreja, mosteiro ou coisa assim. E o "bondoso" não pode descansar, pois passou os dias a "desobsidiar" o local, cheio de almas de pessoas que foram escravizadas pelos religiosos (que, segundo o relato, também abusavam de bebês). Argh! Esse é o "doce" Chico Xavier.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Sidnei 28-11-2013 11:50
Hoje (28/11/2013) pela manhã fomos eu, meu pai, minha mãe e meu tio ao cemitério exumar os restos mortais de minha avó materna, e eis que o coveiro o qual fez a exumação comentou que certa vez uma senhora o convidou para rezar o terço junto ao túmulo de seu filho, e ao chegar lá até levou um susto da quantidade de gente que havia lá para rezar este terço. Porém o que mais surpreendeu ele foi que a senhora que convidou para rezar o terço junto ao túmulo de seu filho diz não acreditar na imortalidade da alma, nem de céu, inferno ou purgatório e nem da ressurreição final. Isto me fez lembrar de cara aquilo que comentei aqui no dia 26/11/2013, cujo comentário está logo acima, falta catequese minha gente, muita catequese para o povo católico, cuja catequese deve começar apelos padres, e depois pelos pais e catequistas e por todos nós que temos um pouco mais de conhecimento para ensinar os que menos tem. É contraditório como esta mulher que foi rezar um terço no túmulo de seu filho fazer isto e dizer não acreditar na vida eterna e na ressurreição da carne que haverá quando CRISTO voltar no final dos tempos, o que adianta então rezar terço em túmulos de ente queridos se não crê na vida eterna e na ressurreição dos mortos. Este comentário e um gancho com o comentário que o Alex fez acima, pois dizer que não tem nada a ver um católico frequentar um centro espírita é de uma tremenda burrice, porém, o Alex mostrou que não é bem assim, e foi taxado de bitolado, o que demonstra também que não é somente falta de catequese, mas de vontade desta gente toda de correr atrás das verdades ensinadas por CRISTO e confiadas à Igreja para transmitir seus ensinamentos até o final dos tempos. Falta de vontade esta que não se vê quando trata de ir atrás de novelas espíritas, o que o Chico Xavier falou e escreveu, o que o horóscopo traz diz hoje no jornal, enfim, são uns verdadeiros católicos boa vidas, que acreditam que tudo pode ser relativo, acredito que para tais católicos mesmo se CRISTO em pessoa ensinasse a eles o que realmente CRISTO quer que creiamos, eles ainda iriam atrás de doutrinas estranhas como disse São Paulo e como bem lembrou a catequista a passagem de II Tim. 4, 3-4. Haja paciência com católicos assim.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Juliano A.R.P 28-11-2013 13:50
Mas é assim mesmo Sidnei. Deixa eu te contar essa então, ontem eu estava vindo para o trabalho de ônibus e passei (como todo dia passo porque pego o mesmo ônibus) em frente à um Santuário aqui da minha cidade e como de praxe fiz o sinal da cruz, mas ouvi lá no fundo do ônibus dois rapazes discutindo, sendo que um deles comentou que achava muito bonito o fervor das pessoas em acordar cedo e vir para a novena da Igreja. Acontece que o outro retrucou: - Cara vou te bater a real, eu acho inútil ir na Igreja atrás de Deus, afinal porquê ir até um lugar pra falar com Deus!! E o outro logo perguntou: - Mas você acredita em Deus pelo menos? e ou outro disse: - Claro, até posso ir num grupo de oração e tal mas acho um inutilidade ir até a igreja pra falar com ele, e sem contar que religião é cheia de falcatrua - e citou a famosa frase: "pequenas igrejas, grandes negócios", Logo o outro perguntou novamente: "mas você não vai querer casar na Igreja??" e ele disse:" Sim se eu quiser, porque eu sou batizado, mas não me sobe ir na igreja, não curto, se ainda tivesse um pagode ou cerveja lá - disse ele em tom de deboche. É o tipo de católico que tem por aí, não posso condenar porque já fui assim, mas a falta de catequese acaba deixando as pessoas perdidas e aí vem um professor marxista e os desejos humanos e acabam por afastar as pessoas totalmente de Deus... pode isso???
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Sidnei 29-11-2013 10:45
Pois é Juliano, exemplos assim nós ouvimos de "fervorosos católicos" a rodo.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 28-11-2013 10:12
"Porque virá tempo em que os homens já não suportarão a sã doutrina da salvação. Levados pelas próprias paixões e pelo prurido de escutar novidades, ajustarão mestres para si. Apartarão os ouvidos da verdade e se atirarão às fábulas. Tu, porém, sê prudente em tudo, paciente nos sofrimentos, cumpre a missão de pregador do Evangelho, consagra-te ao teu ministério." (II Tim 4,3-5) Alex, chegamos nesse tempo, me parece. Tudo é passível de relativização, até os valores e crenças mais essenciais. Em relação aos grupos de ECC, eu vou te dar uma opinião: acho perda de tempo pra vc e pra sua esposa. Saia e busque um grupo com uma espiritualidade sólida, onde as pessoas realmente busquem ser fiéis à Igreja, tenham sede da Palavra. Os grupos de ECC, todos que conheci, sem exceção, tinham esse perfil lamentável que você descreveu. Eu também já bati de frente com um grupo de ECC, e não deu em nada. Eles querem uma espiritualidade jujuba, pra se "sentir bem". Não querem a cruz, não querem a perseguição. Querem a paz do mundo, não a paz de Cristo. Jesus mesmo disse aos apóstolos: se vocês entrarem em uma cidade, pregarem e o povo não quiser lhes ouvir, vão embora e sacudam até mesmo o pó das sandálias.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Alex 28-11-2013 12:36
Vivi, minha cara Catequista... Estou nesse grupo há cerca de 3 anos, e já em outras ocasiões tinha notado tal postura, todavia, não de forma tão grave como ontem. O que você escreveu me conforta, pois tenho plena certeza de que fiz a minha parte, alertando para o erro... Tentei dar-lhes um pouco de "comida sólida", mas parece que tiveram uma indigestão!!! E é isso mesmo, sacudir a poeira até dos chinelos... Valeu para resposta prontamente atendida! Fiquem com Deus!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Lucas Farias 28-11-2013 16:41
E esses grupos estão se multiplicando .. Já ouvi de coordenadores de grupos de oração que formação não é necessária, pois o Espírito é quem conduz... Fico pensando... S. Tomás de Aquino, Sto. Agostinho, Bento XVI e tantos outros passaram a vida toda estudando e escrevendo sobre a riqueza e profundidade da Santa Igreja, pra agora dizerem que não é preciso estudar, conhecer as verdades da nossa fé... Católico Ignorante tem grande chance de se tornar um futuro Protestante
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Refutando uma falácia “Espírita” | Ecclesia Militans 27-11-2013 23:19
[...] Leia mais em:http://ocatequista.com.br/archives/11439#sthash .xc41PoYw.YlpISIBh.dpuf [...]
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Christiane 26-11-2013 14:06
Falou tudo: o problema inicial está na catequese muitas vezes fraca dos catequistas e dos sacerdotes. Os Catequistas deste mui amado site são excessões que fogem à regra, infelizmente. Quanto aos sacerdotes... o relativismo chegou a um patamar assustador, mas as portas do inferno não prevalecerão!!! #eucreio
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Rodrigo 26-11-2013 13:53
os novíssimos: morte, juízo, inferno e paraíso. ja é a resposta...
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Sidnei 26-11-2013 10:26
Gostaria de comentar sobre este assunto três coisas: 1º) A crença na reencarnação é muita ilógica, pois o fato de alguém vir a este mundo pagar por algo que não se lembra que fez no passado parece estranho para não dizer estúpida (que me perdoem os espíritas e os que acreditam na reencarnação), pois qual o tribunal humano, mesmo aqueles presididos por carrascos e ditadores, não deixa claro o motivo que alguém é condenado, agora, se aplicar esta mesma comparação a crença da reencarnação, como DEUS que é justo e misericordioso ira fazer alguém voltar para este mundo e fazer pagar por algo que fez no passado sem que esta pessoa saiba o que ela fez?, tem lógica isto?, não, não tem. Há os que dizem que uma pessoa poderá saber o que fez no passado através do método da regressão, porém estes métodos são muito sugestivos, e até fica uma sugestão para o pessoal aqui do catequista montar um post sobre este assunto. Uma vez ao discutir isto com um espírita, tal espírita colocou que sendo assim um assassino não deveria ser condenado já que sofre de amnésia, porém, querer colocar algo que é raro e inusitado, como se fosse uma regra geral, e forçar a barra para acreditar nisto. 2º)Sempre parto pelo princípio da continuidade, ou seja se estamos neste mundo, nada mais justo que continuamos no além se não com as mesmas características material, ou seja, despojado do corpo já que estaremos somente em espírito no além, isto até a ressurreição, porém, mesmo depois da ressurreição, nossos corpos transformados não será mais constituída por uma divisão bipartite, mas, uma coisa só, de corpo e alma, espírito e matéria, porém, no além, existirá a continuidade no termo de pensamento, consciência, ou seja, no além, (que espero será o céu para todos) saberemos quem somos, o que fomos aqui na terra, aonde nós vivemos, com quem nos relacionamos, etc,ao contrário que pregam os espíritas pela crença da reencarnação, o qual se nos reencarnamos como outra pessoa, não lembrarei quem fui na encarnação passada, o que eu fiz, com quem relacionei, etc, tenho que para mim entre aqueles que creem na inconsciência da alma no túmulo e os que creem na reencarnação não a diferença alguma, pois se alguém que está na sepultura esta inconsciente de tal maneira que não sabe que nem esta aí na sepultura e que nem sabe que algum dia este aqui, trocando em miúdos, com a crença da reencarnação, o mesmo acontece com quem reencarnou, esta tão inconsciente com sua vida passada quanto alguém que está inconsciente em seu túmulo. 3º) Está faltando uma catequese entre os católicos mais persistente sobre estes assuntos envolvendo a escatologia, vejo padres em seus sermões sendo muito vagos e imprecisos quando tratam deste assunto, uma hora falam demais na ressurreição e esquecem de dizer ao povo que nós temos uma alma imortal que entra em seu juízo particular após a morte, após a separação da alma do corpo, e recebe, mesmo antes da ressurreição, o prêmio ou o castigo pelo que fez neste mundo, ou, as vezes falam demais sobre o que ocorre logo após a morte, com a separação da alma do corpo e esquecem de falar da ressurreição e do juízo final, isto quando não vem com aquela teoria mirabulante de dizer que a ressurreição já ocorre logo após a morte, contradizendo frontalmente contra o que a Igreja sempre ensinou neste dois mil anos de história, aí o povo fica confuso, escutam hora um falar de reencarnação, hora um falar de ressurreição que ocorre logo após a morte, hora ficar escutando aqueles que dizem não haver imortalidade da lama (testemunhas de Jeová e adventistas) aí quando for ver, temos um monte de católicos acreditando em reencarnação, outros da mortalidade da alma e outros que nem acreditam que tenha continuidade desta vida, imortalidade da alma, céu, inferno purgatório, ressurreição, ou seja, são verdadeiro saduceus católicos, acordem padres, pois o povo esta necessitando urgente de serem evangelizados.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Amanda 26-11-2013 13:58
Muito bem lembrado, Sidnei, a missa é um espaço de catequese, que os nossos padres se lembrem de tocar nesses assuntos importantes para poder orientar muitos católicos "desavisados", que correm atrás de toda seita em busca de "respostas"...E que as catequeses possam suprir essa busca, pois ter fé sem fundamentar, sem conhecer, não dá!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Renata 26-11-2013 00:49
Legal o irmão que comentou acima, o Heraldo, sobre a questão da Fuvest deste ano, talvez daria um bom post.. A questão trata-se de mais uma mentira marxista propagada em tantas universidades. A questão é a numero 64, onde a resposta correta é "A igreja Católica apoiava, com a maioria dos seus membros, a escravidão dos africanos, tratando, portando, de justifica-la, com base na Bíblia".
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Harun Salman 25-11-2013 19:09
Olá, amigos! De 28 de novembro a 8 de dezembro, haverá uma série de encontros e palestras em vários locais do Brasil, sobre as aparições em Garabandal. Os palestrantes são estudiosos do assunto há vários anos e todos esses encontros acontecerão em igrejas e com o apoio das autoridades responsáveis. Lembrando que o culto a Nossa Senhora do Carmo de São Sebastião de Garabandal é autorizado pelo bispo local. Achei oportuno divulgar porque: 1) Eu creio nessas aparições 2) A Igreja permite esse culto e 3) Alguns irmãos mostraram-se curiosos sobre essas aparições no post sobre a possível reprimenda do Papa Francisco aos apologistas de Medjugorje. Quem estiver interessado pode obter maiores informações em www.garabandalparroquia.com/garabandal-en-brasil Abraço!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Julio Chaves 25-11-2013 16:02
Ótimo post. Realmente, Orígenes nunca chegou a falar em reencarnação propriamente dita, mas sua teoria da pré-existência das almas causou muita polêmica na antiguidade tardia, principalmente na virada do séc. IV para o V. São Jerônimo, por exemplo, foi um dos principais atores na chamada controvérsia origenista. Apesar da doutrina em questão só ter sido oficialmente condenada no Segundo Concílio de Constantinopla, o chamado origenismo deu o que falar durante muito tempo. Durante muitos séculos, Orígenes - ao lado de Ário - foi tratado como o herege por excelência, exatamente por conta da controvérsia em questão. No século XX, sua figura começou a ser reabilitada. Bento XVI teve papel primordial nessa reabilitação. No caso específico da controvérsia Origenista, o próprio Orígenes nunca pôde se defender, já que ele já tinha morrido há décadas. Mas vale lembrar que ele causou muita polêmica ainda quando vivo, mas por conta de outras coisas. É bastante conhecido, por exemplo, o episódio no qual ele se auto-castrou, depois de interpretar literalmente a passagem sobre os eunucos (quem poderia imaginar que o pai da exegese alegórica no cristianismo interpretaria de maneira tão literal uma passagem das Escrituras...). As polêmicas entre ele e o Patriarca de Alexandria e sua "fuga" para Cesarea também foram fontes de polêmica.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Jotacê 25-11-2013 15:46
Ótimo artigo, e rindo alto com a piadinha do Jobs! Vocês são demais! Quase todo o dia eu agradeço a Deus e Nossa Senhora por terem me livrado dessa seita de enganos chamada Espiritismo - uma maluquice que se disfarça de "ciência" (bote aspas nisso) e, com voz de sereia, atrai os "católicos" (bote aspas nisso também) que, como eu, se achavam os contestadores, os racionalistas, os gostosões.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Cadu Sindona 25-11-2013 15:31
A tese da reencaranação é sem dúvida a hipótese escatológica mais estranha e mais anti-cristã que já existiu. Além de todos os argumentos do artigo, faltou o principal: nós cremos na "ressurreição dos mortos" segundo o Credo, isso quer dizer que um dos Artigos da Fé é justamente que nós cremos que no último dia, todos os homens de todas as épocas ressuscitarão (ganharão um novo corpo). Uns ressuscitarão para a vida e outros para a morte. Não crer na Ressurreição é falsificar Cristo. É impossível conciliar uma coisa com outra.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Heraldo 25-11-2013 15:19
Muito bom o post. É triste ver pessoas próximas a mim que dizem ver a tia morta andando pelas ruas do centro da minha cidade....mas é engraçado, fala a verdade, kkkkk. Morreu já era, vc não vai ficar perambulando por aí...já era, espero o Céu ou o Inferno! Pessoal, parece que teve uma questão da Fuvest do último domingo mentindo sobre a Igreja. Vocês poderiam fazer um post dela! Fiquem com Deus! Valeu!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Amanda 25-11-2013 11:42
Bom demais esse post! As pessoas que creem na reencarnação geralmente dizem (tenho que engolir isso no meu trabalho, aff), que isso é a prova da misericórdia de Deus, pois daria pras pessoas "se purificarem"... E usam o exemplo dos que morrem bebês, dizendo que eles já são tipo assim "espíritos elevados".. tá.. e então, pra que eles retornaram? pra dizer o que? não cola isso... gente, Deus é misericordioso sim, mas porque Ele nos criou UNICOS, essa a maior prova de amor!! somos unicos e especiais para Ele e com certeza se a humanidade se resumisse a uma pessoa, Ele teria vindo do mesmo jeito. Isso sim é AMOR e não essa besteira de reencarnação. Beijos a todos e obrigada pelo post.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Maria Helena 25-11-2013 10:16
Graças a Deus que isso não existe! Só devido à Sua imensa misericórdia! E no dia do juízo final? Todo mundo ia "se lascar" (com o perdão da palavra), teríamos que assumir os pecados de todas as vidas? Se eu já imploro por misericórdia só por essa vida! kkkkk. Mas devemos ter em mente que isso de espiritismo é uma mentira usada para aliviar o ser humano de seu terrível medo de deixar de existir. Muitos adeptos do espiritismo já fizeram tanta merda na vida, que acreditam que não tem volta e é melhor esperar a próxima reencarnação. Isso é perigoso! Por isso devemos aconselhar nossos irmãos. É lógico que dá mais trabalho assumir seus erros, pedir perdão, se confessar, viver as leis de Deus... isso dá muito trabalho, mas é nossa cruz para a salvação. E como disse uma vez padre Paulo Ricardo: aceite sua cruz pois quem tem medo de cruz é o diabo.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Pe. Fabiano 25-11-2013 10:13
Orígenes não foi santo porque se auto-mutilou. Cortou fora um membro do corpo que o fazia pecar.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Beto Bernardi 25-11-2013 10:13
Sobre Origenes, vi o Everton perguntar o porque ele não ter sido canonizado... Sempre ouvi a respeito dele e de seus feitos e o argumento para a recusa a essa beatificação ou canonização se daria ao fato da auto-castração. Esse atentado ao próprio corpo teria sido um motivo forte... Ja ouvi falar dele também no que diz respeito a seus exageros quanto à filosofia de Platão e por isso foi considerado herético. Não confirmo isso por fontes históricas, mas é o que sempre ouvi a seu respeito. Abraços e bençãos Beto Bernardi
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 25-11-2013 10:22
Beto, Pra explicar melhor: Orígenes jamais foi herege. Para ser herege, após ter sua ideia errônea condenada pela Igreja, a pessoa deve teimar com o erro, ou seja, contrariar de forma consciente o sagrado magistério. Então, hereges foram os origenistas, que tomaram como dogma as ideias hipotéticas de Orígenes, e viraram as costas para a autoridade da Igreja. Algumas doutrinas de Orígenes foram, sim, condenadas pela Igreja, mas é bom ressaltar que suas ideias foram propostas a título de hipótese. Nunca houve da parte de Orígenes a intenção de se afastar do ensinamento comum da Igreja a fim de constituir uma escola teológica própria. Abraço!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Reencarnação: almas não são recicláveis! « O ANUNCIADOR 25-11-2013 10:04
[...] abaixo que explica muito bem essa ideia equivocada de muitos. Recomendo a leitura para vocês de O Catequista. O blog é massa. Vejam a matéria [...]
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Christiane 25-11-2013 09:57
Que coisa! Após eu ler seu artigo, peguei por acaso a revistinha da Canção Nova que vem para os sócios e com que artigo me deparo? "O que há depois da MORTE?" do Prof. Felipe Aquino, que confirma tudo o que vocês falaram aqui e ainda complementa falando sobre a comunhão dos santos! Ah, que maravilha ser católica! :) #unidadeéisso
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Christiane 25-11-2013 09:49
Adorei o artigo!!! tenho amigos espíritas e amigos católicos #fail (aqueles que se dizem católicos mas vivem postando mensagens de Chico Xavier no face). Uma vez postei uma frase retirada de uma pregação do saudoso Pe. Léo: "Deus não trabalha com material reciclado, imagina colocar uma alma velha num corpo novo! Cada um de nós é único,original, nosso DNA quer dizer: Deus, Nosso Autor. Só uma pessoa muito anta para acreditar numa baboseira dessas de reencarnação..." Aí já viu a polêmica que deu: respeito à fé alheia, pegou pesado, blá blá blá... claro que foi pelo jeito muito educado do Pe. Léo de dizer que a pessoa estava indo pelo caminho errado... Fui obrigada a retirar a postagem. Mas vou recolocar novamente através deste artigo, porque aqui tem embasamento doutrinário "irrebatível"! muito obrigada!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Rodrigo Boechaat Oliveira 25-11-2013 09:49
Isso só vem nos confirmar a verdade mais verdadeira de todas as verdade! Deus é o pai das misericórdias! kkk Se não fosse isso, tadinha da personagem! kkk
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Rodrigo Boechaat Oliveira 25-11-2013 09:16
O tema "reencarnação" é muito polêmico! Eu quando era "ignorante" na fé acreditava nessas coisas, e até sonhava com isso! Ficava encantado (momento de vergonha pessoal) com aquela novela "A Viagem" e achava muito bonito aquela visão de céu onde as pessoas ficavam com cara de abobados correndo e pulando de um lado pro outro com aquelas roupas claras e esvoaçantes! kkk E achava até estranho o contraponto da personagem da Cristiane Torlone (não sei o nome) que era meio rebelde, meio subversiva lá céu! kkk Enfim! Dou graças a Deus por não existir a reencarnação, porque já é tão difícil esta vida com Cristo aqui na terra e acredito eu que seria bem frustrante chegar lá no céu e receber a notícia: "Maninho, te prepara que tu vai descer logo tá ok?!" kkk Seria, acredito eu como aquele homem que recebeu o vinho bom para experimentar lá nas Bodas de Caná e depois ter que voltar a tomar um suco de uvas daqueles ruins de saquinho que encontramos por ai! kkk Em resumo! Muito obrigado por sempre nos ensinar mais e mais, quisera eu ter esse conhecimento para fazer o mesmo no meu blog! E Deus queira que essa mentalidade da reencarnação suma do coração de todo ser humano, pois tem hora que acho que esta teoria serve de motivo para o ser humano não encarar sua vida com seriedade e compromisso achando que se não deu pra fazer tudo aqui, "amanhã" tem mais! Fique com Deus!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 25-11-2013 09:25
Rodrigo, ri muito com seu comentário! Eu também me amarrava na novela "A Viagem". Na verdade, ainda acho muito bacana, mas, obviamente, vejo tudo dentro do seu devido aspecto de ficção. Antes, ficava imaginando que o além era daquele jeito mesmo! E também achava que Deus deu muito mole pra personagem Cristiane Torlone, ela num tinha nada que estar no céu, ahuahauhauha! Fique com Deus!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Alex 25-11-2013 08:06
Bom dia, galera ispirada d'O Catequista!! Pois é, apesar de nascer em uma família católica, com minha mãe fazendo novenas, rezando os terços às sextas-feiras, e recebendo a imagem de Nossa Senhora de Schoenstatt mensalmente, eu já fui budista!!! Já estive do lado de lá das "linhas inimigas", e sei como é... E nessa minha fase esotérica adolescente, eu questionei um amigo meu (espírita) sobre essa tal de reencarnação, mais precisamente sobre como se daria essa proporção matemática entre o número de reencarnados há 2.000 anos em relação ao número de reencarnados de hoje, ou seja, de onde veio tanta alma... A resposta do cara, mesmo eu estando nessa "viagem" me fez rir: não se preocupe, há reencarnações em outros planetas! Tipo, você pode reencarnar como um ET?! Aí depois veio o budismo, tentando me ensinar que havia reencarnações em outros "reinos", tipo outras dimensões, e que você poderia reencarnar também como um animal... E essa, para mim, foi de lascar! Comecei a me questionar, então, se eu e a barata que come meu pedaço de pizza que caiu debaixo do sofá, teríamos a mesma essência... Eles me diziam que sim!! Só que não!!! Graças a Deus (e graças a Ele mesmo!!!!) foi que eu retornei ao berço, às tradições aprendidas em casa... Voltei a participar da Santa Missa, comecei a ler os Padres da Igreja, a vida dos santos, o Catecismo, e principalmente, a Bíblia!!! Me crismei, e já até já dei umas aulas sobre o Credo no curso de Crisma lá da Paróquia... E hoje vejo o quanto essas doutrinas reencarnacionistas fazem mal ao espírito, e te afastam da Verdade! Tudo nelas vai contra os ensinamentos de Cristo, contra a Sua Misericórdia, Sua Justiça, e Seu Amor!!!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Vinicius 17-08-2015 13:35
Parabéns, Alex! Que Deus continue lhe iluminando e seu exemplo e trabalho possam levar muitos para junto da Verdade! Graça e paz!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Miriam 16-03-2015 23:04
Boa noite , Alex . Amei a sua história e como vc contou. Por que não dizer super "alto astral". A Paz do Senhor e o Amor de Maria!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Thiago 25-11-2013 16:05
Já fui budista praticante e não há a noção de reencarnação como acreditam os espíritos ou outras religiões pagãs. Eles lidam com a noção de "renascimento", contrapondo o nascimento com a morte ao invés de contrapor este à vida, pois a vida é uma constante. A noção de alma não há no budismo, e sim a noção de "mente", uma mente que vence a ignorância do sofrimento, supera o samsara(ciclos de nascimentos e mortes) e alcança a vacuidade e a alegria eterna, unicamente pelo próprio esforço pessoal e sem ajuda de ninguém. Essa mente é composta pelo carma, e este renasce desde tempo imemoriais(!), por isso a importância de se libertar do carma para se tornar um buda. O próprio buda nunca disse quando essas mentes foram criadas e quando se tornaram escravas do carma, dizendo que o que importa é praticar. Enfim, não sou uma mente, não sou fruto do carma e nem renasço desde tempos imemoriais, mas minha pessoa foi gerada por Deus e só tenho esta chance em terra de buscar a presença dele. Uma parte depende de minha prática, mas a iniciativa é sempre do Senhor, e não de um ato deliberadamente racional para me libertar do sofrimento. O inimigo não se chama samsara, Mara ou Maharaja: se chamam Lúcifer, Satanás e seus demônios, além do meu próprio ego.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Giselle 21-01-2014 11:43
Muito bem explicado,obrigada!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Alex 26-11-2013 09:19
Sim, Thiago, muito bem lembrado, mas quando me referi à reencarnação, referia-me ao conceito geral do termo. Fui praticante do Budismo Tibetano, aluno da Monja Ani Zamba e da Lama Sherab Drolma, e como você bem sabe, tal ramificação do Budismo guarda estreita relação com o Hinduísmo e as tradições xamãs do antigo Tibet, diferentemente do Zen Budismo, por exemplo, e em tal linha (Budismo Tibetano) tem-se, sim, o conceito de "alma", não como nós a definimos, é bem verdade, mas como "atma" ou "atman", que é utilizado para identificar a alma individual, o "verdadeiro eu". Com tal termo (atma ou atman), tenta-se dar um caráter divino ao "Eu", pois segundo o Vedanta (a essência dos Vedas), a "atma" seria idêntico ao Absoluto (Brahman), e iria além da identificação com a realidade fenomenológica. Daí o Budismo Tibetano usar também o termo "anatta" ou "anatman", para se referir ao "não-Eu", visto que o "Eu" (atma) seria um obstáculo mental ao "desenvolvimento espiritual/mental". O Budismo Tibetano, assim como o Jainismo, defendem a tese do monje Shankara, segundo o qual não existe diferença qualitativa entre o "atma" e o "Brahman". Mas, no final, tudo isto me faz lembrar um belíssimo vídeo (não me recordo o título), no qual um homem aparece caído, dentro de um buraco, tentando, desesperadamente, sair de lá... Aparecem algumas pessoas no alto, à beira do buraco, entre elas um homem que diz que tudo que o homem vê é uma ilusão, produto de sua mente, e que após ele morrer e renascer, e meditar bastante, um dia, ele atingiria a "iluminação" e "sairia" daquele buraco, e vai embora!!! Resultado, o homem permenece (é claro!!!) dentro do buraco... Mas aí surge um outro homem, que olha lá de cima o homem dentro do buraco, se compadece dele, e entra no buraco por meio de uma corda, coloca o homem nos ombros e o tira de lá! Ao final, aparece a corda amarrada a uma cruz!!! E foi justamente isso que Ele fez!!! Jesus veio e nos resgatou!!! Me desculpem os budistas, hinduístas, espíritas e seja lá o que for... Mas sem Cristo, meu irmão, tu não vai conseguir sair do buraco!!!! E viva Cristo Rei!!! Pax!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Dáltoni 26-11-2013 10:58
Paz e bem! Realmente este vídeo é muito bom! Os jovens daqui de minha comunidade fizeram um teatro em cima deste vídeo. Vale a pena conferir! Segue o link no youtube para quem ainda não viu. http://www.youtube.com/watch?v=J9xBW9yN-zs Deus abençoe!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # fran 25-11-2013 11:45
show!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Everton 25-11-2013 07:19
Bom dia! Artigo muito esclarecedor! Só algumas questões: Por que Orígenes não foi considerado santo? Quais foram os impedimentos para ele não ter sido canonizado?
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Thiago 22-10-2016 22:48
Ele não foi canonizado por se mutilar! Pois enfrentando tentações de caráter sexual ele resolveu arrancar seu pênis!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Christiane 28-11-2013 16:11
Segundo já falaram anqui, ele não foi canonizado porque se automutilou.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Daniel 25-11-2013 10:11
Por acaso eu sei essa - ele era de fato um pensador que deixou escritos de grande clareza e doutrinariamente corretos. Porém.... Na busca por uma vida pura, ele se castrou. Acredito que seja por isso, não acho que a Igreja queira incentivar mutilações e tal :P Interessante que no livro "Um Olhar que Cura" do Pe Paulo Ricardo ele até faz uma alusão a isso falando que a luxúria é uma tentação a alma e ao coração, falando que Orígenes tentou "cortar o mau pela raiz" mas mesmo assim continuou a ser tentado... Enfim, ótimo post ;)
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 25-11-2013 10:02
Não sei, Everton...
Responder | Responder com citação | Citar
0 # carlos 28-11-2013 14:20
Por favor, façam algum post sobre a exortação EVANGELII GAUDIUM do Papa Francisco: http://www.news.va/pt/news/primeira-exortacao-apostolica-de-papa-francisco-te
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 28-11-2013 14:23
Carlos, Sobre a nova exortação do Papa Francisco, abordaremos no nosso próximo hangout da Liga dos Blogueiros Católicos. Será sábado, ao vivo, às 22h30. Esse é o nosso canal no youtube: http://www.youtube.com/blogocatequista?gl=BR&hl=pt Amanhã (sexta) também publicaremos um post falando de um ponto específico que o Papa tratou nesse documento: a Igreja diante dos pobres.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Renato Sampaio 25-11-2013 10:52
Aprendi sobre Orígenes que um dos motivos, senão o motivo, para não ter sido canonizado foi sua tese sobre a pré-existência das almas. A propósito disso, menciono artigo de Dom Estêvão Bettencourt: http://www.veritatis.com.br/apologetica/148-espiritismo/1077-origenes-e-a-reencarnacao Paz e Bem!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Cadu Sindona 25-11-2013 15:22
Orígenes está no Céu... Penso que ninguém imagine que Deus o tenha separado de sua visão por uma hipótese teológica falsa que ele acabou criando. Ele não foi canonizado informalmente (na época era assim), porque não faria bem a Igreja canonizar um cara que causou indiretamente um problema doutrinário futuro.
Responder | Responder com citação | Citar

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Publicidade
Publicidade